Diário de Copa #2

Diário de sobrevivência da Copa, de Jonas Nogueira.

Dia 6

Mais um dia de jogo do Brasil.

Esses são os piores dias de copa, quando ela realmente contamina a todos como uma epidemia. Não bastam todas as tevês ligarem nela, todos comentarem resultado de jogo e todos os comerciais serem sobre ela todos os outros dias da semana. Hoje as pessoas pausaram seja lá o que estivessem fazendo para assistir um bando de desconhecidos de amarelo jogando bola junto com o Neymar e uns mexicanitos.

Juiz, advogados, promotores e suspeitos assistem à copa juntos no tribunal. Suicidas, bombeiros e transeuntes assistem do alto de um viaduto. Até manifestantes e policiais militares dão um break para ver a bola rolar em uma agência de banco depredada. E de repente todos esses caras gostam de falar que são brasileiros. É bem estranho isso.

Mas o fato é que não há escapatória. Você pode correr, mas não pode se esconder em nenhum estabelecimento comercial, residência ou escritório.

Restou beber, mais uma vez.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s